PORQUE MINHA VIDA É ASSIM?

“Porque ela sorri tanto?” “Com certeza tem a vida perfeita”, “Deve ter uma montanha de dinheiro…” “Os pais dela são legais!” “É puro fingimento!”.
Pouca gente sabe, mas nem sempre foi assim. Que há um tempo atrás.. sorria pouco. Pouca gente sabe que o travesseiro já amanheceu molhado, o chuveiro soube das maiores confissões e os fones de ouvido traduziram a revolta. Perdeu amigos, se trancou no quarto, passou semanas sem falar com os pais.
Poucos sabem que um dia ela quis ser como todas as outras. Fez dieta, cortou o cabelo, jogou fora várias roupas. Se olhou no espelho, naquele que fica no banheiro e.. ainda estava insatisfeita.
Quase ninguém sabe, mas ela já chegou a desacreditar do amor. Na música, nos filmes e principalmente na vida real. Afinal, já bagunçaram a casa, sujaram o chão, moveram os móveis de lugar.. E ela? Trancou janelas, puxou as cortinas, se trancou e jogou a chave fora.
“Daqui ninguém mais passa!”
Muita gente já sabe, mas ela faz questão de espalhar: Um cara chegou e jogou a corda. Não!!! Ele não subiu a torre, mas desceu ao fundo do poço, aquele mesmo onde ela pensou que ninguém mais a encontraria.
“Mas até aqui?” “Quero ficar sozinha!” “Já ouvi sobre Você! É tudo religião!”.
Ele se sentou ao lado dela. Não falou nada, não exigiu nada. Mostrou as marcas nas mãos, nos pés, os olhos cansados e o rosto machucado.
– Foi por você… – revelou Ele. Contou toda a história. A verdadeira. – Esse sou Eu de verdade. Vem comigo!
Subiram e Ele a chamou para caminhar.
– Mas, com que roupa? E o meu cabelo?
– Tanto faz… Já sei! Vamos descalços!
Foi libertador! Ela podia ser quem sempre quis ser. Ele não tinha uma fita métrica, uma maleta de maquiagens ou uma balança. Ele carregava Amor e foi então, que ela percebeu que não precisaria de mais nada a partir dali. Limpa, restaurada, refeita, perdoada, escolhida. Uau! Tantos elogios que ela antes nem sabia que combinavam com ela, mas Ele fez questão de repetir dezenas de vezes cada um. Andaram mais um pouco, Ele tirou do bolso uma corda.
– Pra mim?
– Sim. Existem muitos outros poços por aí!
A própria Alegria lhe deu de presente um sorriso. E é por isso, que ela sorri tanto.


Texto: Pedro Gaspar

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s